14.9.11

leave; arrive

Reacções: 
Quando eu te fotografo, a tua imagem desaparece... a escuridão fica mais clara, a tua palidez reflectida nas janelas... a tua palavra e a tua verdade ficam a fazer história, e a tua ausência a fazer silêncio em todos os lugares.
Por medo das partidas, há quem não deixe ninguém arriscar. Na verdade, todos nós. Eu estou mais próxima do futuro. Chegadas e partidas são a única certeza na minha vida... são pedaços de histórias que conto a mim mesma todos os dias, enquanto imagino um tímido sorriso quase que instantâneo, teu, de realização, que se desvaneceu. Eu preciso de ti, tu também; "todo o mundo precisa de alguém".
Continuo com a força do que levo para a vida, e procuro motivos para persistência ou desistência.


Texto: Outubro de 2010
Fotografia: Agosto de 2011, Galeries St-Hubert, Bruxelas

Sem comentários:

Enviar um comentário