14.10.11

à cause de l'amour

Reacções: 
É por isto que eu não desisto. Somente por isto. É por isto que eu te dou tudo, e mais aquele pedaçinho que tu não pedes e pelo qual nem anseias. É por isto que eu te dou tudo sem receber quase nada em troca. É por isto que eu te dou tudo, mesmo quando desconfias das minhas mais honestas palavras. É por isto que eu te continuo a dar tudo, mesmo depois de dizeres que eu consegui estragar tudo, inclusivé a nossa noite. É por isto que eu não te largo, mesmo tendo chegado a casa devastada nessa nossa noite. É por isto que eu não deixo de te acompanhar o passo, mesmo depois de passar infinitas noites insone, em que me escorrem lágrimas pela face, que parecem não ter fim. É por isto que eu te amo, é por isto que eu te quero, é por isto que eu te sinto a falta mesmo quando estás sentado ao meu lado, é por isto que eu te beijo a toda a hora e me entrego inteiramente, é por isto que eu não hesito nem por um segundo ao dizer-te o que sinto, é por isto que eu corro atrás de ti e das tuas promessas mesmo quando não fizeste por merecê-lo, é por isto que eu quero mais uma noite, é por isto que eu preciso de mais uma oportunidade só contigo, é por isto que eu te ligo mesmo quando o silêncio predominou durante todo esse dia, é por isto que eu luto, é por isto que eu batalho, é por isto que eu sigo os teus olhares e os teus actos. É por isto que eu te desejo mesmo sem querer desejar-te, é por isto que eu te falo mesmo sem querer ouvir a tua voz, é por isto que eu te toco mesmo sem querer sentir o teu toque de volta, é por isto que eu te amo sem te querer amar e é por isto que eu me odeio por não querer e, ainda assim, falar, sentir, tocar e amar. E é por isto que eu também te digo, que um dia é por isto que eu desisto, que eu mudo sem voltar atrás nem por uma vez, que eu sigo a minha vida noutro lugar, recheado de outros cheiros, de outras pessoas, de outras vidas e de outras rotinas.




Sem comentários:

Enviar um comentário