5.12.11

sorri

Reacções: 
Já era final de dia e ainda estava meio atordoada, confusa e exausta, a arrastar o corpo pelas pedras da calçada, ouvindo apenas o barulho dos saltos altos, quando algo me despertou a atenção. Ouvi um grito surdo de um homem para outro: "Sorri, mesmo que seja um sorriso triste, porque mais triste que um sorriso triste é a tristeza de não saber sorrir", e nasceu uma luzinha ao fundo do túnel dentro de mim. São estas pequenas coisas que tornam as minhas viagens de volta a casa mais coloridas. E sim, eu agora entendo o porquê de me estares sempre a pedir para sorrir para ti, amor.


Sem comentários:

Enviar um comentário