27.11.11

quero-te

Reacções: 
Já me disseram tantas e tantas vezes que nós dois somos "para a vida". Fico sempre um tanto ou quanto envergonhada, enquanto me encho de certezas tão fundas como os mares. E oh, eu quero tanto isso amor. Quero tanto envelhecer a teu lado como acontece nos filmes, quero tanto que sejas o que realmente importa - porque sei que assim ficarás. No início de tudo isto, talvez ainda antes de existir um nós e um tudo, escrevi que naquela curta semana me tinhas conquistado para sempre. E acredita, foi mesmo. E continuas a conquistar-me com pequenas surpresas e com delicados gestos de ternura. E oh, eu quero tanto passar o resto das minhas noites a teu lado. E acordar com um beijo na teste e um "bom dia amor" serenos. E sentir o teu cheiro cravado nos lençóis da nossa cama. E oh, eu quero tanto começar a escrever um diário só nosso. Para que a nossa história não se perca, para que os nossos sentimentos não se desfaçam e para que cada segundo fique gravado em páginas intemporais. E oh, vais ver que o tempo nada apagará de nós. Vais ver que permaneceremos, dando luta às adversidades que se atravessarem ao nosso belo amor. Eu quero amor. E oh, com a nossa vida eu aprendi que querer é poder.

Sem comentários:

Enviar um comentário