24.1.12

"e tudo o vento levou"

Reacções: 
Concentrei em ti todas as minhas forças e amei-te no ontem e no hoje que passaram, já com uma mão cheia de amor para o amanhã seguinte. Dei tudo e mais pouco, mas agora, quando te abraço, parece que estou a abraçar as nuvens - e elas sempre me fogem. Agora nada passa de um vazio - e é um vazio tão triste. 

Ainda que nada em ti me aqueça o peito, a alma não escasseia - e essa é tão inspiradora. 

E ela inspira o amor ainda que o amor nada aspire.
E se o tempo já foi nosso, creio que lhe fechámos os olhos e o deixámos voar.
E tudo o vento levou.

Sem comentários:

Enviar um comentário