7.7.11

someday

Reacções: 
Vou ocultar-me, resignar-me ao silêncio e à serenidade que outrora encontrava nas palavras e, esperar, vagarosamente, que um dia tu me possas entender pelos olhares que lanço. Vou amar-te em silêncio, conhecer-te em silêncio e, esperar-te em silêncio, na esperança de um dia vires ao meu encontro, farejando. Quando e se esse dia chegar, esperarei que antecipes os meus gestos, que adivinhes os meus pensamentos mais escondidos, e que suspires antes de mim. Uma ânsia funda ocupar-se-à da minha alma, de que suspires por mim, antes daquele que será, o meu derradeiro suspiro. Aí, corroborando o tempo, soltarei o meu último grito mudo - o da genuína liberdade.

4 comentários:

  1. tenho vindo todos os dias ver se tens algo de novo para me impressionar...
    as vezes mais de uma vez por dia para que também eu me possa perder... para me encontrar.

    um beijo de quem gosta de ti
    e dois de quem se preocupa

    4-9-5 8-7-1 6-10-1 T-1-5 4-9-1

    ResponderEliminar
  2. ainda nada?!
    é mesmo o fim das tuas palavras?

    ResponderEliminar
  3. Sabes o que seria muito bom? Identificares-te. Caso contrário, por mais que peças, não vou escrever mais aqui por isso. Só gostava de saber quem é que gosta e se preocupa.

    ResponderEliminar